Seguidores

sábado, 1 de novembro de 2014

Neto De Harish

Cap I

O chá e a carta;


      Naquela tarde, Lucca estava muito ocupado fazendo seus deveres ( era o aluno mais aplicado de sua escola). Já sentia o cheiro quente e adocicado do chá de erva-cidreira vindo da cozinha -"mamãe" -pensou ele. E, de novo, não errou.
      No apartamento tão pequeno dos três, qualquer coisa que acontecia ficariam sabendo mesmo se alguém estivesse na cozinha e o outro, no banheiro.
      O pai de Lucca estava no trabalho, como sempre. Fazia de tudo para ajudar a sustentar a família, que , na realidade não precisava de tanto assim. Não para Lucca. Apesar de morarem em um apartamento tão pequeno, não podiam reclamar de suas vidas. O pai recebia muito bem em uma empresa de arquitetura, Charles era o seu nome. A mãe era costureira, mas não qualquer uma, era a mais famosa da pequena cidade de Timóteo, em Minas Gerais, Louise, nome diferente devido aos seus antepassados, que  eram metade africanos e metade holandeses. Ele era seu único filho e estudava na melhor escola particular da cidade, respeitava completamente o trabalho esforçado de seus pais, era esse um dos motivos para que ele dedicasse mais em seus estudos.
        Para Lucca nada podia ficar melhor naquele dia, mas então Charles chegou. Em suas mãos pendia um pequeno e novo envelope vermelho. haviam detalhes dourados e alguma coisa muito valiosa dentro, ele pôde sentir aquilo. Pensou que seu pai iria anunciar breve e claramente (como ele sempre fazia com uma coisa nova) mas apenas jogou um olhar um tanto malandro para Louise e quase gargalhando de felicidade para Lucca, naquele instante ele quis descobrir o que havia acontecido, mas apenas sua mãe pôde entrar para o quarto e ouvir o que tinha de tão interessante dentro daquele pequeno pedaço de papel - "Preciso saber o que aconteceu"- Pensou. E foi bolando o plano para pegar o envelope naquela mesma noite.